Home / Notícias / Sindicato diz que governo tenta transformar postos em vilão dos preços altos em Mato Grosso
Sindicato diz que governo tenta transformar postos em vilão dos preços altos em Mato Grosso

Sindicato diz que governo tenta transformar postos em vilão dos preços altos em Mato Grosso

Segundo o governo, o posto que não reduzir o diesel neste valor poderá ser multado em até R$ 9,4 milhões”.

O presidente do Sindipetróleo (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis de Mato Grosso), Aldo Locatelli, divulgou nota, exta tarde, externando preocupação da revenda com o anúncio do Governo Federal que o preço do diesel sofrerá redução de R$ 0,46 por litro nas bombas já a partir de hoje (1º). “Muitas foram as ligações ao sindicato com o seguinte questionamento: ‘Minha companhia distribuidora não repassou a redução de R$ 0,46 no diesel prometida pelo governo. Vou ser multado?;  Segundo o governo, o posto que não reduzir o diesel neste valor poderá ser multado em até R$ 9,4 milhões”.

O presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda Soares, se reuniu com representantes do governo para esclarecer como foi formulada a determinação e solicitar garantias estatais para que a redução chegue, efetivamente, aos postos. “Os revendedores não tem condições financeiras de arcar com a queda no valor do diesel, sendo que existem outros elos responsáveis também pela formação de preços. No intuito de ser transparente, ético, honesto e objetivo com a população, o Sindipetróleo ressalta que será necessário aguardar para verificar qual será o efetivo repasse de redução no diesel pelas distribuidoras. Só a partir daí é que se terá a real ideia de quanto o consumidor receberá de redução oferecida pelas distribuidoras”.

“O Sindipetróleo repudia a forma irresponsável do anúncio efetivado pelo Governo Federal,  falseando a verdade para a sociedade e transferindo ao revendedor ônus que não lhe cabe, tentando transformá-lo, mais uma vez, em vilão dos preços altos dos combustíveis, ônus este que, como felizmente já é de conhecimento da população, cabe à imensa carga tributária que pesa sobre o setor e à política de preços e margem de lucro da Petrobras”, conclui a nota assinada pelo presidente Aldo Locatelli.

Fonte: araguaianoticia.com.br

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Publicidade de Exemplo